5 de Abril de 2010

O "Grego" da Danone

A Danone saiu um dia de casa e pensou para consigo mesma: "A malta já não lambe muito para os iogurtes, pa. Agora os jovens só gostam é de cerveja, sangria e shot's com labaredas. O que há-de, então, uma marca milenar, como eu, fazer? Como hei-de contrariar tal frustrante tendência alcoólica?!" Escusado será dizer que a Danone também já tinha comido a sua considerável conta de sopas de cavalo cansado quando teve a brilhante ideia de trazer ao mundo, nada mais, nada menos, que: O iogurte "Grego"!
Até aqui tudo bem. Era preciso um chamamento! Era preciso um novo produto que despertasse paixões e levantasse a colher de multidões! Era preciso um iogurte que deleitasse bocas e suas associadas línguas! Era preciso um sabor dos deuses! Era preciso uma paixão, uma daquelas de enlouquecer o mais são dos seres humanos! Era preciso o "Grego"! Ó se era, ó se era!
Meu Deus, como esperámos por tal pequeno e delicado boião de vidro! Jesus Senhor, quanta punição aguentámos só para irmos, sem medos, ao "Grego"! Obrigado ó imponentes e sempre omnipresentes analistas, investidores e accionistas da Danone! Que a consistência iogurtica ilumine a vossa emblemática presença e os vossos sempre conjuntos esforços! Hoje há o "Grego"! Há dias em que o mundo ganha sentido, se os há!
Saiu então o "Grego". Saiu com toda a sua força e pujança. Saiu e conquistou. O malandro, com a sua bela textura e interessante cor, piscou logo o olho a tudo o que eram fêmeas malucas pelas dietas e fê-las esquecer o fatídico selo Light, fê-las esquecer o marido que chega tarde a casa, fê-las esquecer os tachos e panelas por lavar, fê-las esquecer o sacana do puto que anda a comer macacos e a levantar as saias às meninas em vez de prestar atenção nas aulas. Esqueceram tudo, tudo isso e, assim, fervorosamente, ele levou-as a si, levou-as ao "Grego"! E como elas gostaram! Como elas gostaram do "Grego"! Mas ele não se ficou por aí. Não! Afinal, era o novo trunfo da Danone. Era o menino de ouro lá do sítio, não lhe bastavam, pois, as donas de casa ou as mães solteiras com dois empregos e turnos extra para dar e vender. Ele queria mais!
Lavou então o boião, penteou preciosamente o seu topo cremoso, escorreu a chata da aguadilha da qual ninguém gosta, ajeitou as simpáticas letrinhas cravadas em relevo no seu vidro, pediu uma caixa de cara lavada e inovadora aos tais dos accionistas e à malta do marketing e lá foi ele, todo gingão, encontrar não quem quisesse um "Grego", mas desafiar mundos e fundos a irem ao "Grego", a precisarem do "Grego" como nunca a história da humanidade havia visto ou escrito nas suas largas páginas de existência. E agora é a criança, é o bebé, é o avô, é o próprio do jovem que já largou a garrafa de litro e meio para botar a colher no tal do vasilhame, sem tara perdida, refira-se, para fazer o favor ao sacaninha do estômago que ronca e pede por alimento. Agora comemos "Grego"! Agora ligamos a televisão e ouvimos "Compre já o novo 'Grego'! É delicioso e ajuda à digestão!". Agora saímos de casa e levamos com uma descarga de "Grego" em cima, espalhado pelas prateleiras dos supermercados, dentro dos frigoríficos das famílias e colado em cartazes, daqueles bem grandes e que dizem "O SEU ANÚNCIO AQUI!".
Leiam isto, meus caros amigos da Danone. Leiam isto com muita atenção e depois respondam à seguinte pergunta: Não seria possível arranjarem uma merda de um nome que não me fizesse pensar em vomitado quando meto uma porra de uma colher cheia de iogurte à boca?!
Obrigado e um bem-haja.

"Danone Grego": O melhor Grego para qualquer Labrego!

14 comentários:

Ana Teixeira disse...

Muitissimo obrigado pelo comentário no blog Tiago :) senti-me bem só por saber que pelo menos os meus leitores gostam, já que, tal como leste aquilo nao me deve render muito mais de 10 ;P

Quanto a este teu post, amei x) um mimo mesmo :D

beijinho *

Anónimo disse...

O Grego da Danone tem esse nome por uma razão: é um iogurte Grego. Sim porque Grego é um tipo de iogurte.
E certamente a sua origem antecede qualquer conotação aqui mencionada.

Para a faça um esforço para se informar do que fala pois aposto que o consegue fazer em muito menos tempo do que o que perdeu neste post inútil. Mas o que a malta gosta mesmo é de humor de sarjeta.

Obrigado e um bem-haja.

Tiago Martins disse...

A coragem, o coração, a lealdade (!) com que sujeito anónimo vem a este nada conhecido ou carismático blog, comentar um post nada interessante ou minimamente relevante para a sociedade, é de louvar.

No entanto, é de estranhar, eu diria mesmo, é de perder simpaticamente os sentidos, quando penso que fulano x da Danone perdeu tempo da sua ocupadíssima vida para deixar um comentário (nada) construtivo acerca de um post nada inteligente e, passo a citar, "inútil".

Mas fica-me a dúvida: Visto que a Danone só "lambe para os iogurtes" e terá com certeza uma preenchidíssima agenda com a qual tem de lidar sempre de colher na mão, o que ainda rouba mais tempo a fulano x, que tão simpaticamente aqui veio disponibilizar umas palavras, compreende-se então que referido sujeito, a mando de referida empresa, venha aqui deixar um irrisório lembrete sobre a enormíssima origem do...Iogurte Grego?!

Das duas uma: ou fulano x nada tem a ver com a Danone, mas gosta muito de Grego (e sim, eu podia fazer milhões de "piadas de sarjeta" com isto) ou fulano x tem um novo emprego nunca antes visto no mundo empresarial do iogurte: atirar a matar sobre todo o sacaninha que resolve mostrar o seu desprezo sobre, vejam bem (!), o nome de um novo best-seller iogurtíco.

Obrigado, fulano x. A "malta" riu-se.

Anónimo disse...

Por acaso "fulano x" não tem nada a ver com a Danone mas tendo-se deparado com o "Grego" procurou informar-se. E no decorrer desse processo que lhe retirou "longos minutos"(ambos os dois) da sua "ocupadíssima vida" deparou-se com este post(entre outros de semelhante conteúdo) e resolveu comentar pois não entende porque raios não se podem chamar as coisas pelos seus nomes uma vez que os têm(ou o queijo da serra teria de mudar de designação se algum douto idiota se lembrasse de chamar em calão serra a qualquer uma outra coisa?). E caso o autor deste blog se desse ao trabalho de procurar certamente encontraria outras marcas com produtos do mesmo nome mas que não gozam da mesma cobertura mediática e já existem há vários anos no mercado português.

Miguel Branco disse...

tiaguinho caga nesses haters, ta ai uma crítica muito bem feita, com a tua originalidade de sempre. Abraço

Tiago Martins disse...

Acontece que o idiota do autor, a bestinha do autor, até pesquisou. Sublinho o "até". E agora fulano x, isto se ainda tiver a paciência de aqui voltar, perguntar-se-á: Mas ele sublinhou o "até" porquê? Eu respondo.

O "até" é, por mim, sublinhado, porque é irrisório perder tempo da minha vida procurando informar-me sobre o nome de um iogurte da Danone. Serei eu o único a ver que esta é só mais uma triste manobra de mais uma triste empresa que se afoga no seu próprio e triste...iogurte? É assim tão difícil perceber que isto, este bem-dito "Grego", é simplesmente mais uma manobra de venda e de publicidade?

Ó pelo amor de Deus! Abre os olhos meu caríssimo fulano x! Tenho todo o gosto em ser criticado, mas não me critiques apoiando-te não na minha ignorância, mas na constante ignorância de alguns "Gregos" ou "Troianos" que já não sabem muito bem para onde se virar neste constante e iludido mundo da rivalidade empresarial e comercial.

Deixo, em claro tom de ironia, uma proposta à "Longa Vida": Epa, criem-me a porra do "Iogurte Troiano"...pode ser que haja molho entre esses dois novos meninos repletos de sabor e tristes apostas de investimento.

PS - Obrigado, Branco. Um abraço!

fulano x disse...

Entendo que não lhe agrade ser bombardeado com publicidade mas apenas não concordo com a forma como conclui este artigo, é só.

Já agora disserte sobre este produto sff http://www.aja.com/products/kona/

Tiago Martins disse...

Meu caro.

Se não o disse, digo-o agora: desprezo estas tristes e esforçadas tentativas de "impingimento" por parte das empresas. Sendo assim, mostro o meu desprezo e descontentamento para com estas tácticas publicitárias, da forma que melhor entendo. Até agradecia a sua crítica, mas continua a tentar impingir-me o seu ponto de vista.

É uma conversa que não pretendo continuar, meu caro fulano x.

Tenha um bom dia e obrigado pela sua visita a este sítio.
Volte sempre.

wormwood disse...

ahahah, muito bem escrito! gostei muito :)

Tiago Martins disse...

Thanks!

E obrigado pelo "seguimento" ;)

Um beijo,
Tiago Martins

Anónimo disse...

A Nestlé também já tem um Grego! Não vais mandar vir com eles também?

Y

Tiago Martins disse...

Caro Y,

Agradeço o teu feedback, mas, de momento, o blog encontra-se de férias...isto porque o respectivo autor de férias se encontra!

Tirando esse pequeno factor, adianto-te ainda que pouco interesse teria em comentar tal facto. Acho que passei da melhor (pior) forma esta minha mensagem e acredito que de pouco ou de nada valerá "bater ainda mais no ceguinho".

Acredito, no entanto, que a Nestlé gostaria bastante que eu os publicitasse. Ora, paciência!

Espero ver-te por cá mais vezes, meu caro leitor.

Um abraço,
Tiago Martins

Anónimo disse...

e as pessoas insistem em fazer piada com o iogurte, santa tristeza

Tiago Martins disse...

Cambada de palhaços, também acho pá!

Era acabar com a liberdade de expressão e resolvia-se!